Um tempinho para nós mesmos

No votes yet.
Please wait...
Postado por
Postado em
Tags:
Um tempinho para nós mesmos

Um tempinho para nós mesmos

No dia a dia a rotina pode ser uma aliada ou considerada um gerador de estresse. Deixamos-nos envolver até muitas vezes sucumbir a uma rotina considerada sufocante.
É possível encontrar uma saída para uma situação que parece impossível de se resolver? Acredito que existem vários caminhos. Muitas vezes não vemos por estarmos tão envolvidos com a situação que só um olhar de fora consegue ver. Também acredito que podemos fazer a diferença para resolver a situação.
 
Organizando a mente e a casa é um início. Lembrando que tudo que é demais pode gerar desequilíbrio. Arrumar a casa é importante. Mas isso não pode ser uma obsessão. Pois o tempo que fica arrumando e rearrumando a casa você deixa de fazer algo mais relaxante. Se tiver compulsão por arrumação, procure fazer uma atividade física. O seu corpo precisa de movimento. Que tal colocar essa energia numa caminhada ou aula de dança?
 
Quando a situação é de ser um cuidador ou tem filho muito pequeno. É preciso ter seus momentos de descompressão. Ter um horário só seu. Nem que sejam minutos diários que você saia para o ambiente externo e vai observar a natureza. Deixe seu olhar ir longe. Observar uma árvore, na falta desta pode ser um prédio. Além de um exercício para os olhos é ótimo para a mente relaxar. Aproveite pra respirar devagar. Ao tornar esse ato rotina sua mente ficará mais relaxada e por conseqüência o seu corpo também.
 
Quando a tomada de decisão para a mudança é difícil que tal tomar um floral, conversar com um amigo ou ir a um psicólogo ou terapeuta. Muitas vezes conversar alivia. Isso para quem guarda muito dentro de si o que a mente remoí. Para aqueles que sempre reclamam – ouça a si mesmo. Escreva num papel se sente melhor e depois tome uma atitude.
 
Quando agimos sempre do mesmo jeito vamos alcançar sempre os mesmos resultados. Comece com pequenas mudanças na rotina se sentir melhor assim para trazer grandes transformações. Viver reclamando não ajuda e nem traz soluções. Tome as atitudes necessárias para resolver a questão. Lembre-se que você não é o dono da verdade. Relaxe. Todos tem ritmos e visões diferentes da sua. Que tal ser mais tolerante e gentil? Os frutos advindos dessa atitude podem ser muito mais doces e saudáveis.
 
Andrea dos Santos Leandro
Consultora em Harmonização de Espaços

2 comentários

  1. Camila Freitas disse em dezembro 7, 2017 Responder

    Desacelerar, as vezes é só o que a gente precisa!

    No votes yet.
    Please wait...
  2. Dani Limberger Coach disse em dezembro 12, 2017 Responder

    Interessante como você deu as sugestões, bem leve.

    No votes yet.
    Please wait...

Deixe uma resposta

Nota: Os comentários no site refletem as visualizações de seus respectivos autores e não necessariamente as visualizações deste portal. Os membros são convidados a abster-se de insultos, palavrões e expressões vulgares. Reservamo-nos o direito de excluir qualquer comentário sem aviso prévio ou explicações.

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios são assinados com *

*
*